Skip to content

Douglas Ferreira Barros: São Paulo, de fato, para todos

setembro 27, 2012
São Paulo, de fato, para todos
O voto em Haddad é o que devolverá São Paulo a todos que nela vivem e desejam vivê-la.
As duas últimas administrações da cidade – Serra e Kassab- entregaram o governo de São Paulo a grupos de negociantes dos bens públicos movidos por interesses exclusivamente privados.
A marca dessas administrações está na intimidade das ações de “planejamento urbano” com os interesses de especulação imobiliária. Os exemplos são muitos:  linhas de metrô e mudanças em infra-estrutura urbana: asfalto, praças, iluminação concentrados em alguns poucos bairros próximos do centro. Nas periferias nenhuma ação de mudança estrutural que alterasse o cenário de desigualdade: quase nenhum investimento nos corredores de ônibus. Simples e fácil é encontrar ações da prefeitura casadas com os interesses da construção de novos lançamentos imobiliários. Caros, caríssimos, concentrados em nichos urbanos que contam com boa infra-estrutura, inacessíveis e insuficientes para a enorme população que mora em bairros sem quaisquer bens públicos.
Devolver São Paulo a todos: este será o trabalho de Haddad. O seu compromisso com a abertura dos bens do Estado às parcelas menos favorecidas da população já nos foi dado quando trabalhou pelo aumento de vagas nas Universidades Federais, criou mais Escolas Técnicas Federais por todo o Brasil, criou o Prouni que favoreceu mais de um milhão de estudantes sem recursos para estudar em Universidades privadas, aumentou os recursos para a Educação Básica. As passagens anteriores pelos setores de planejamento dos governos de Lula e Marta deram-lhe a oportunidade de conhecer  as entranhas do Estado.
Haddad terá uma difícil tarefa, mas ele sabe que São Paulo não suportará esse desenvolvimento de fachada para as populações dos novos condomínios fechados das classes média e alta. Estes são também paulistanos que sofrem com o trânsito, com a ausência de transporte púbico, com a inexistência de espaços de convivência pública e lazer, com a péssima infra-estrutura de saúde e escolas nas periferias, enfim, com a inexistência de estado para os que dele mais precisam.
O voto em Haddad é o que nos dá esperança de que São Paulo se volte para todos os seus cidadãos. Dele poderemos cobrar por mais escolas públicas com qualidade, pela infra-estrutura urbana planejada com vistas à inclusão de todos, cobrar ações de mudança estrutural que visem diminuir a desigualdade, poderemos exigir transporte público de qualidade e não mudanças cosméticas como a criação de ciclovias aos domingos na Avenida Paulista.
Quero votar em Haddad e quero cobrar e exigir dele aquilo que São Paulo necessita para, de fato, ser uma cidade para todos.
Douglas Ferreira Barros é Professor de Filosofia da Faculdade de Filosofia da PUC-Campinas
Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: