Skip to content

Caetano Patta: ” vejo na candidatura de Fernando Haddad a necessária conjunção entre o otimismo do sonho e o planejamento de quem reconhece que tem muito trabalho pela frente”

setembro 29, 2012

Cheguei a São Paulo com 13 anos. De início, confesso que a cidade me assustou com sua imensidão. Mas o susto foi dando lugar à curiosidade e ao pertencimento e, como milhões de brasileiros, tornei-me um cidadão paulistano. A imensa metrópole é assim: assusta e encanta pelos mesmos motivos. São Paulo não tem limites seja nos números, nas distâncias, no tempo ou na diversidade. Entretanto, grande parte da população que ergue e movimenta São Paulo, hoje, encontra limites para usufruir o seu tempo, para vencer as distâncias ou para viver a sua diversidade e riqueza. Não pode haver injustiça maior do que negar São Paulo a quem a constrói todos os dias.

Esta injustiça não é, contudo, fruto do acaso. Cada medida que cala um feirante, fecha um bar, proíbe um artista na rua, aumenta a passagem do ônibus ou convoca a polícia para afastar as pessoas dos seus direitos mostra como as opções políticas da prefeitura têm grande poder sobre como podemos (ou não) aproveitar esta cidade.

Como cidadão e militante político, vejo na candidatura de Fernando Haddad a necessária conjunção entre o otimismo do sonho e o planejamento de quem reconhece que tem muito trabalho pela frente. Haddad fez um gesto de profundo respeito pela população de São Paulo ao apresentar não apenas a sua sincera motivação em melhorar a vida dos paulistanos, mas também o plano que nos permite acreditar que essas medidas são possíveis e trabalhar por elas. Haddad tem o melhor plano de governo nestas eleições.

Pensar a cidade é pensar qual cidadão queremos. E não queremos o cidadão que vive para trabalhar. Queremos um cidadão que trabalha e quer estudar, morar, visitar, namorar, ir ao medico e praticar esportes; não como privilégio, e sim como direito. A cada dia que passa, vemos as bases desta candidatura se fortalecerem, com o empenho da militância, dos intelectuais, da juventude, dos movimentos sociais e da cultura da periferia. Todos tem um objetivo em comum: devolver São Paulo à população, suas necessidades e sonhos. Por tudo isso, eu também voto 13, em Fernando Haddad, para prefeito de São Paulo.

Caetano Patta é Estudante de Ciências Sociais da FFLCH – USP

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: